LOST IN Itália | Veneza #3

  • Ponte Rialto e o Grande Canal

É uma das quatro pontes que une as margens do Grande Canal e considerada um dos símbolos da cidade. A Ponte Rialto é a mais antiga da cidade e foi construída entre 1588 e 159. Tem uma rampa em escadas de ambos os lados e por cima várias lojas de souvenirs e produtos locais. É, talvez, o melhor ponto para tirar fotografias do Grande Canal.

1902940_10152185470752211_1478074352_n 1970440_10152185470897211_388617195_n 65424_10152185471737211_356330308_n

Mas Veneza não fica por aqui… há tantas outras atrações para serem visitadas que são precisos pelo menos três dias para ter uma visão global da cidade. Destaco alguns bairros, igrejas ou pontos que podem ser interessantes conhecer… MercaRialto, Riva degli Vin, Fondaco dei Tedeschi, Palazzo dei Camerlenghi, San Giovanni Elemosinario, San Giacometto, Cannaregio, Igreja da Madonna Dell’Orto, Casa del Tintoretto, Ponte da Constituição, Ponte Dell’Accademia, Squero San Trovaso, Dorsoduro, Punta della Dogana e Jardim-Labirinto Borges.


  • Carnevale di Venezia

O Carnaval de Veneza surgiu no século XVI quando a nobreza se disfarçava para sair e misturar-se com o povo. Desde então as máscaras são o elemento mais importante deste carnaval.

A festa carnavalesca de Veneza tem duração de 10 dias. Durante as noites realizam-se bailes em salões e as companhias conhecidas como compagnie della calza realizam desfiles pela cidade.

Os trajes que se usam são característicos do século XVIII, e são comuns as maschera nobile, ou seja, máscara nobre (caretas brancas com roupa de seda negra e chapéu de três pontas). Entretanto foram sendo utilizadas outras cores nos trajes, embora as máscaras continuem a ser brancas, prateadas e douradas.

1900077_10152185471177211_305885941_n10001431_10152185471452211_1873526257_n


  • Veneza e as suas ilhas

Uma visita a Veneza não fica completa sem uma passagem pelas suas ilhas satélites. Murano, Burano e Torcello são uma proposta diferente mas igualmente interessante. Muito mais calmas e longe da agitação de Veneza, as ilhas, são um ótimo spot para um passeio.

Murano foi fundada pelos romanos, é o centro da indústria vidreira desde que as fornalhas e os artesãos se mudaram para cá, abandonando a cidade, por causa do risco de incêndios. Vale a pena caminhar até à rua principal, separada pelo canal, com pequenos barcos ancorados e cheio de pequenas lojas de vidro.

Burano é um encanto! É uma ilha densamente povoada, cheia de vida, casinhas pitorescas, cujos reflexos dão cor aos canais. É o local ideal para “passar o tempo” em longas caminhadas entre ruelas e canais.

Torcello é das ilhas mais antigas da Lagoa de Veneza, uma das mais calmas e das mais pequenas. Fica a 10 kms da Praça São Marcos e é um paraíso de sossego, embora se percorra em pouco mais de uma hora.


E assim termina este roteiro pelo norte de Itália (Lombardia e Veneto). Fica a vontade de lá voltar com mais tempo para explorar o que não foi visto! Entretanto há mais Itália para vos mostrar brevemente! 😉

Advertisements

One thought on “LOST IN Itália | Veneza #3

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s