LOST IN Marrocos | Vale de Draa & Deserto de Zagora

A aventura por Marrocos termina com uma passagem pelo magnífico vale de Draa e com uma aventura de camelo pelo deserto de Zagora! 🙂


  • Vale de Draa

O vale de Draa localiza-se a sul de Marrocos, entre Agdz e Zagora. É formado pelo rio com o mesmo nome, que desce as montanhas do Atlas, e um extenso palmeiral com imensas aldeias e casbás (nome dado a cidadelas cercadas por muros ou muralhas existente em diversas cidades árabes do Norte de África). Este vale é um verdadeiro oásis no meio da paisagem árida marroquina. Os residentes nessa região encontram nas tâmaras a sua grande fonte de rendimento.

Conhecido pela sua beleza, o Vale de Draa foi povoado por Árabes, Berberes, Judeus e descendentes de escravos da Mauritânia que se organizaram em povoações fortificadas que encerravam dentro das suas muralhas tudo o que as comunidades necessitavam para viver e se protegerem de nómadas pilhadores.

IMG_2564 IMG_2565 IMG_2572


  • Deserto de Zagora

A paisagem até chegar a Zagora é constituída pelos palmeirais do vale de Draa e montanhas. Zagora é a capital da província, tendo a cidade moderna sido construída já no século XX, no entanto, a região há muito que é habitada pelos Almorávidas (uma espécie de monges-soldados provenientes de grupos nómadas vindos do Deserto do Saara).

Tendo chegado a Zagora, a aventura de “van” terminava para dar início a uma viagem de quase 3h de camelo. Deixando a cidade para trás e o sol cada vez mais longe, era hora de caminhar para Este em direção ao deserto, enquanto se contemplava o pôr-do-sol que ficava nas nossas costas. Para quem gosta de ver o sol em “slow motion” enquanto se esconde, o deserto acresce uma beleza especial. O “skyline” é dominado pelas dunas e palmeiras escuras em contraste com os tons de amarelo-alaranjado.IMG_2575

IMG_2574IMG_2573

Chegados ao acampamento no meio do deserto de Zagora (já pertencente ao Saara), fomos recebidos por habitantes locais com um “marrocan tea” e um fantástico “tagine de frango” (na verdade só era fantástico porque estava cheio de fome!). A música tradicional acompanhou todo o convívio.

IMG_2563

O entusiasmo por estar no meio do nada e longe de tudo não me deixava ir dormir. A sensação de liberdade e plenitude invade quem se aventura a dormir no deserto (pelo menos foi isso que senti!). Sentar numa duna, conversar, rebolar duna abaixo (sim, como uma criança!), sentir a areia quente enquanto se enterra a mão… Inesquecível! Mas as horas foram passando, o cansaço não deu tréguas e então fui dormir (tendas com 4 camas…um luxo em pleno deserto!). Durante a noite passei um dos maiores medos de sempre… Tempestade de areia! Se até ali o estar no meio do deserto me entusiasmava, isso mudou rapidamente pois o pensamento permanente de que poderia “acordar enterrado” não era a coisa mais simpática de se pensar! Felizmente, tudo correu pelo melhor e logo pela manhã fomos acordados para ver o nascer do sol! Se o pôr-do-sol foi bonito, o nascer não ficou nada aquém! São momentos como estes que justificam uma excursão de 7h de “van” por estradas cheias de curvas e 3h de camelo!

IMG_2570IMG_2571IMG_2568

IMG_2569IMG_2561IMG_2566IMG_2562

IMG_2567


A aventura por Marrocos terminou com o regresso a Marraquexe, fazendo o percurso inverso (Vale de Draa, Ouarzazate e montanhas do Atlas). Foi uma curta experiência por terras marroquinas que deixou muita vontade de regressar e conhecer mais cidades! 😉

Advertisements

2 thoughts on “LOST IN Marrocos | Vale de Draa & Deserto de Zagora

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s